Mobilização dos trabalhadores da base do Sintracon. Foto: Davi Macedo

A Ramses Engenharia foi condenada pela Justiça do Trabalho pelo não cumprimento de direitos sociais estabelecidos na Convenção Coletiva de Trabalho. A decisão ocorre após ação do escritório do Paraná assessorando o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Curitiba e Região (Sintracon). Segundo o advogado do escritório do Paraná, Manoel Sena, não restaram dúvidas

Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

O Banco Bradesco foi considerado responsável pela doença emocional de um gerente geral da instituição financeira. A sentença é da Justiça do Trabalho de Ponte Nova após ação do escritório de Minas Gerais. A decisão ocorreu após extensa prova pericial que reconheceu a responsabilidade do banco. Metas abusivas, transferências arbitrarias e transporte de valores impostos

Foto: Marcelo Camargo/ABr

O Sindicato dos Bancários de Ponte Nova (MG), assessorado pelo escritório de Minas Gerais, ajuizou Ação Coletiva com o objetivo de garantir a integração do ticket alimentação ao salário de todos os empregados do Bradesco que recebiam auxílio-alimentação em data anterior a 1º de janeiro de 1986. Segundo a decisão, do juiz Marcio Roberto Tostes

Foto: Renato Araújo/ABr/Fotos Públicas

O Banco do Brasil deverá pagar todas as horas extras, além da 6ª diária, para todos os bancários ocupantes de cargo comissionado ou não. A decisão é da Vara do Trabalho de Ponte Nova, após uma ação do escritório de Minas Gerais assessorando o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Ponte Nova e Região.

Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

A 2ª Vara do Trabalho de Formiga, em Minas Gerais, deferiu a um gerente de relacionamento do Banco Bradesco a gratuidade da justiça. A advogada do escritório de Minas Gerais, Izabella Batista Torres, explica que segundo a decisão, as alterações processuais advindas da chamada Reforma Trabalhista (Lei 13.467/17) no tocante a justiça gratuita, impõe ônus

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Decisão da 9ª Turma do TRT de Minas Gerais determinou a responsabilidade do Bradesco pelo pagamento da PLR para bancários oriundos do Banco HSBC. A decisão ocorre após ação coletiva ajuizada pelo escritório assessorando o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Governador Valadares e Região. Em 2016 o Bradesco adquiriu o HSBC Bank Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil deverá, imediatamente, incorporar a gratificação de função recebida por um gerente descomissionado. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais após ação do escritório, assessorando o Sindicato dos Bancários de Cataguases. O descomissionamento foi realizado pela instituição financeira em virtude da reestruturação administrativa. “A decisão prolatada pela 7ª

Foto: Joka Madruga / SEEB Curitiba

O Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) decidiu que uma bancária aposentada do Itaú Unibanco deverá continuar com o seu plano de saúde nas mesmas condições de quando estava em vigência seu contrato de trabalho. A decisão é resultado de uma ação do escritório assessorando o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de

Foto: Joka Madruga / SEEB Curitiba

A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais reconheceu a nulidade da transação – renúncia – de direitos adquiridos pelos bancários da Caixa Econômica Federal que aderiram ao novo plano de caros e salários da instituição financeira. A decisão ocorre após ação do escritório assessorando o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários

Foto: Ascom / TRT9

O escritório do Paraná conquistou uma liminar, no Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, que afastou a necessidade de liquidação antecipada de valores na petição inicial. A decisão ocorre após ação impetrada para reparar danos causados por uma empresa de engenharia contra um ex-empregado. “A decisão é fundamental pois reafirma o princípio constitucional de

Subir