Em novembro, entrará em vigor a Lei nº 13.467/2017, chamada “Reforma Trabalhista”. Aprovada em julho, a nova legislação desestrutura completamente o sistema de relações de trabalho no Brasil, alterando mais de 100 artigos da CLT. Não à toa, também em novembro, nos dias 23 e 24, em São Paulo, o Instituto Lavoro, em parceria com

Uma ação do escritório de Minas Gerais garantiu, para duas fisioterapeutas, o reconhecimento da relação de emprego entre as trabalhadoras e um hospital. Elas foram integradas ao quadro societário de uma empresa para dar continuidade à prestação de serviço do hospital. Contudo, a mudança, teve como objetivo apenas maquiar a relação de emprego. “A entrada

Já estão disponíveis os vídeos produzidos durante o “Seminário Reflexões Sobre a Reforma Trabalhista”, realizado em Curitiba, no auditório do Tribunal Regional do Trabalho, nos dias 14 e 15 de setembro. O encontro reuniu importantes nomes do Direito do Trabalho, de diversas regiões do Brasil, para tratar das consequências que Reforma Trabalhista trará para os

Uma trabalhadora do Banco Bradesco deverá receber R$ 20 mil pelo risco a qual foi exposta durante sua atividade laboral. Esta é apenas uma das decisões favoráveis à bancária em um ação ajuizada pelo escritório de Minas Gerais. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais que reformou a sentença de 1º

Não é mais momento de falarmos em conciliação. Esta foi a análise do advogado Ricardo Mendonça durante o Encontro Jurídico da CUT Paraná nesta sexta-feira (6), em Curitiba. De acordo com ele, se a classe trabalhadora jogar esse jogo de acordo com as regras impostas, seguramente, não acontecerão grandes avanços. “Durante os últimos 15 anos

A Reforma Trabalhista, que entrará em vigor no próximo dia 11 de novembro, tornou imprescindível “pensar e agir de forma estratégica para saber qual é o papel dos sindicatos”. A análise é do advogado especialista em direito coletivo do trabalho, José Eymard Loguércio. Ele participou nesta sexta-feira (6) do Encontro Jurídico da CUT Paraná com

A CUT Paraná promove, na sexta-feira (6), o seu Encontro Jurídico com o tema central “O Futuro do direito sindical no Brasil após a reforma trabalhista”. Estarão presentes renomados advogados, de diversas partes do país. O evento, que acontece das 9h às 18h, será realizado no auditório do Sintracon, na Rua Trajano Reis, 538. “É

Uma ação do escritório do Paraná, assessorando o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, garantiu a reintegração de um trabalhador com deficiência do Banco HSBC, agora Bradesco. Ele foi demitido, em 2015, sem a devida contratação de um trabalhador na mesma situação para suprir a lei de cotas para pessoas com deficiência. De acordo

Um ação do escritório do Paraná contra o Governo do Estado garantiu a um trabalhador que ele tenha sua evolução salarial concedida. O empregado, ainda CLTista, uma dos últimos a ser contratado neste modelo, foi dispensado e depois reintegrado também por decisão judicial após três anos afastado indevidamente do seu posto de trabalho. Além de

O Instituto Defesa da Classe Trabalhadora (Declatra) promoverá, em Divinópolis, Minas Gerais, o II Seminário Reflexões sobre o Mundo do Trabalho. O evento será realizado na Câmara de Vereadores da cidade no dia 06 de outubro. Na programação estão previstas palestras sobre negociação coletiva, o futuro do movimento sindical, o negociado sob legislado, a reforma

Subir