Foto: Reprodução / Astelpar

Astelpar lança livro com a história da Telepar

A Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor de Telecomunicações do Paraná (Astelpar) lançou o livro “Telepar – a revolução das telecomunicações”. A obra, que conta com o apoio do Instituto Declatra, conta a história da empresa em 560 páginas divididas em 36 capítulos. A publicação é assinada pelo jornalista e advogado Walter Werner Schmidt,

O superintendente executivo da Anatel, Carlos Manuel Baigorri, e o diretor de Regulamentação e Assuntos Institucionais da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, participam de audiência na comissão de Defesa do Consumidor sobre recuperação judicial da Oi Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Oi ingressou com pedido de recuperação judicial, perante a 07ª vara de falências e recuperação judicial do Estado do Rio de Janeiro na data de 20.06.2016, mesma data em que iniciou-se o período de suspensão das execuções (Stay period) que tramitavam em face da recuperanda. Decorrido o prazo de 180 dias previstos na Lei

Wilson Ramos Filho, o Xixo. Foto: Gibran Mendes

Depois do sucesso que envolveu o lançamento de “A Enciclopédia do Golpe”, obra que desnuda o papel das instituições na retirada de Dilma Rousseff da Presidência da República, os organizadores Wilson Ramos Filho (foto), Mirian Gonçalves, Maria Inês Nassif e Miguel do Rosário, preparam para o novo volume livro. Desta vez a publicação será temática e

Foto: Camila Domingues/ Palácio Piratini / Fotos Públicas

As Sociedades de Advogados signatárias, que assessoram diversas entidades sindicais representativas da categoria bancária, em razão das recentes informações acerca da deliberação dos Bancos Itaú e Santander de deixarem de realizar homologações de rescisões contratuais nos sindicatos, resolvemos apresentar às direções sindicais as seguintes considerações: 1. A Lei nº 13.467/2017, que alterou profunda e prejudicialmente

Foto: Gibran Mendes

Os livros publicados recentemente pelo Instituto Defesa da Classe Trabalhadora (Declatra) já contabilizam a contribuição de 540 intelectuais brasileiros e de outras nacionalidades. As obras, que em sua maioria denunciam o Golpe de 2016 e seus reflexos para a classe trabalhadora, formam uma extensa rede de colaboração. O mais recente deles, a Enciclopédia do Golpe

Prédio do TST. Foto: Igo Estrela/TST

Uma juíza de Santa Catarina determinou que a Reforma Trabalhista não pode alterar a contribuição sindical. Isso, porque no entendimento da magistrada, as mudanças na legislação aconteceram por meio de lei ordinária. Contudo, segundo a Constituição Federal, não é possível alterar regras tributárias desta forma, sendo necessária uma lei complementar. A decisão da juíza Patrícia

Abertura do Seminário Resistência com o lançamento do livro

O Instituto Declatra (Defesa da Classe Trabalhadora) lançará, durante a vigília em defesa do ex-presidente Lula, em Porto Alegre,na terça-feira (23), a primeiro volume da Enciclopédia do Golpe. O evento acontecerá no Café Cantante, a partir das 19 horas. O objetivo é reforçar as denúncias de abuso de poder e arbitrariedades de parte do poder

Divulgação

Entre os dias 16 e 18 de janeiro será realizado em Sevilha, na Espanha, o seminário “Neoliberalismo y Democracia Sobrante: Nuevas Formas de Organización Política”. O evento reunirá grandes nomes do Brasil e de outros países na Universidade Pablo de Olavide para debater as novas formas de organização política. O ex-ministro da Justiça, Tarso Genro,

Marcela Lisboa / Themis.

Imagine ter informações relativas aos seus direitos na palma da mão. Acrescente a isto uma calculadora para analisar questões trabalhistas em questão de segundos. Agora pense se esse conjunto de dados está disponível, especificamente, para uma das categorias que mais sofre com preconceito e precarização das relações de trabalho: as domésticas. Pois esse é objeto

Já é possível adquirir o livro “A Enciclopédia do Golpe” nas principais livrarias online do Brasil. A obra, produzida e editada pelo Instituto Defesa da Classe Trabalhadora, pode ser encontrada na Amazon, na Saraiva e na loja da Praxis, editora responsável pelo livro. São 22 artigos, em formato de verbetes, que buscam esclarecer o papel

Subir